Blog

Práticas para uma Horta Biológica: 4. Consociação de Culturas

Práticas para uma Horta Biológica: 4. Consociação de Culturas

Escrito em 07 de Dez. de 2020

A consociação de culturas consiste em cultivar duas ou mais espécies diferentes no mesmo espaço simultaneamente, resultando em efeitos benéficos para o cultivo. A consociaão de culturas não é uma mistura aleatória de espécies! O que não fazer em consociação de culturas Não se deve fazer consociação com plantas da mesma família. Como, por exemplo, o tomate, a beringela e a batata (para saberes mais sobre as famílias de hortícolas consulta o nosso artigo Práticas para uma Horta Biológica: 3. Rotação de Culturas). Cultivar no mesmo espaço plantas da mesma família pode ser prejudicial por consumirem o mesmo tipo de ... Ler mais
Práticas para uma Horta Biológica: 3. Rotação de Culturas

Práticas para uma Horta Biológica: 3. Rotação de Culturas

Escrito em 02 de Nov. de 2020

A rotação de culturas consiste em cultivar uma sucessão de culturas diferentes (e preferencialmente de diferentes famílias). A lógica por detrás desta prática baseia-se no princípio de diferentes culturas terem diferentes necessidades nutricionais e atraírem diferentes pestes. Assim, ao garantir que a culltura num determinado talhão muda estamos a garantir que o solo nesse talhão responda a diferentes exigências e não esgote os seus recursos. Para uma boa rotação de culturas devemos assegurar que o mesmo talhão não recebe culturas da mesma família em duas colheitas sucessivas. Para tal, é importante conhecer as famílias das plantas hortícolas: Brássicas (ou crucíferas): Bróculos, ... Ler mais
Práticas para uma Horta Biológica: 2. Cobertura do Solo

Práticas para uma Horta Biológica: 2. Cobertura do Solo

Escrito em 04 de Out. de 2020

A cobertura do solo ou empalhamento (do inglês mulching) é a cobertura do solo com material não vivo como palha, restos de culturas, ervas secas, casca de pinheiro, engaço de uva, etc e pode ser também ser realizada por material sintético como as coberturas de plástico. Esta prática permite reter humidade no solo, levando a uma maior eficiência no uso de água de rega. A cobertura do solo serve também para prevenir que plantas que não fazem parte da cultura se propaguem, impedido o acesso à luz. Caso se opte por uma cobertura do solo de origem vegetal, esta prática ... Ler mais
Práticas para uma Horta Biológica: 1. Adubação Verde

Práticas para uma Horta Biológica: 1. Adubação Verde

Escrito em 01 de Out. de 2020

A adubação verde é uma técnica que visa melhorar a fertilidade do solo e que consiste em semear plantas benéficas que prepararam o solo para as plantas hortícolas que queremos plantar no futuro. Para produzirem todos os seus componentes, as plantas usam água, CO2 atmosférico e minerais que obtêm do solo. À medida que vamos cultivando certa porção de solo, os mineirais aí presentes vão se esgotando. É aqui que surge a adubação verde! As plantas necessitam de azoto para se desenvolverem mas só conseguem usar azoto em minerais do solo e não conseguem retirá-lo da atmosfera, assim semeiam-se plantas ... Ler mais
Como cultivar microvegetais?

Como cultivar microvegetais?

Escrito em 30 de Set. de 2020

Microvegetais (ou em inglês microgreens) estão na berra e vieram para ficar: são altamente nutritivos e muito saborosos. Para perceber melhor o que são microvegetais consulte o nosso artigo O que são microvegetais? Se está à procura de este pequeno e milagroso boost de sabor e saúde, então este artigo é para si. Aqui explicamos como cultivar em casa microvegetais. Os microvegetais podem ser plantados em terra na sua horta, numa caixa no parapeito da janela ou com a ajuda de uma lâmpada de crescimento. DICA: O mais seguro para garantir o sucesso do seu cultivo é plantar os microvegetais ... Ler mais
O que são microvegetais?

O que são microvegetais?

Escrito em 29 de Set. de 2020

Microvegetais (ou em inglês microgreens) estão na berra e vieram para ficar: são altamente nutritivos e muito saborosos. Mas o que são de facto? Rebentos, microvegetais e vegetais baby são apenas vegetais, verduras e aromáticas que são colhidos numa fase prematura do seu crescimento. Os rebentos são os mais jovens, colhidos logo após a a germinação (quando surgem os cotidelones ou as 2 “folhas falsas”). Os microvegetais são colhidos normalmente quando têm 2 a 3 cm e os vegetais baby ainda um pouco maiores. Utilizados por chefs no mundo inteiro para dar sabor e cor aos seus pratos, os rebentos ... Ler mais
×